Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A vida de uma Universitária

A vida de uma Universitária

14
Jun16

Como aturar um colega de casa #6

Marta Claro

Quando estás na tua vidinha e de repente dá-te tosse ou espirras, visto que tenho alergias, isto tem sido diário. E no momento imediato a esse, a tua querida colega de casa que está a encher-se de cereais ao lado diz-te: Tens tosse à muito tempo, devias ir ao médico. Sentimentos amorosos logo pela manhã. Às vezes, as pessoas com quem menos nos ligamos são as que mais se importam conosco ou então, acordou só simpática hoje ou, também pode ser porque é a sua última semana nesta casa. Podem ser muitas coisas mas hoje, foi querida!

06
Jun16

Como aturar um colega de casa #5

Marta Claro

E quando aquela pessoa de quem não gostas e com quem não consegues viver, diz que vai embora? No ínicio pensas: mentira, não pode ser verdade.. Mas e, quando ela te diz que já arranjou casa e que está quase tudo pronto para a mudança? Perfeito não é? Não é por mal, mas há pessoas com quem não se consegue mesmo viver e, quando assim é, não vale a pena. Acho que ao fim de um ano, finalmente, vou dormir sossegada à noite nesta casa.

02
Jun16

Como aturar um colega de casa #4

Marta Claro

Às vezes basta um simples gesto pela manhã para que o teu dia comece bem. Quando acordas, a primeira coisa que pensas é em ficar na cama o dia todo. Mas não. Tens de te levantar. Vais directamente à casa de banho, ainda com os olhos meios fechados e, vês o que no espelho da tua casa de banho?

IMG_4763.JPGObrigada Inês, Obrigada por aturar-te ser tão bom e fácil.

 

09
Abr16

Como aturar um colega de casa #1

Marta Claro

Isto de ir para a Universidade e sair de casa dos pais é tudo muito bonito. Ser mais ou menos independente. Ter o nosso espaço. Chegar a casa a qualquer hora sem stress. É tudo muito giro mas, e quando os teus colegas de casa tornam esta etapa que, devia ser maravilhosa num pequeno pesadelo? Pois é, quando vais viver para uma casa nunca sabes quem serão os teus colegas. Podem ser pessoas maravilhosas e porreiras mas, também podem ser pequenos demónios que te dão cabo dos nervos. Pessoas que não lavam a loiça, que não despejam o lixo, que não fazem limpeza, que têm comida durante semanas encima da bancada, que partem a fechadura da porta (sim, isto acontece)... E é aqui que pensas, porque a mim?!

Se acham que tenho a solução, infelizmente, ainda não. Podem sempre sair de casa e procurar outro sítio ou então, tentar à força que essa pessoa saía de casa mas, se nada disto resultar, a unica coisa que podem fazer é ignorar, ignorar, respirar e ignorar. E, em casos mais graves, usar a frase: ''não fales mais comigo, por favor''.