Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A vida de uma Universitária

A vida de uma Universitária

18
Jun16

O que mudou

Marta Claro

Um ano lectivo depois... Sinto que a universidade me mudou... E, percebo isto quando volto para casa e fico em pânico quando a minha mãe diz que não temos cereais em casa. COMO NÃO TEMOS? Sim...Eu que era contra os cereais... Rendi-me.. Estou fã e, não sobrevivo sem eles. MÃE compra-me cereais!

18
Jun16

Fins de Semana de férias

Marta Claro

Finalmente consigo sentir-me, mais ou menos, de férias. Finalmente sinto que não tenho nada para fazer, ahhh tão bom! Só quero saber o resto das notas das cadeiras para me sentir completamente livre! E de férias!

16
Jun16

Quarto sem janela

Marta Claro

Quando se vem para a universidade e principalmente, quando se sai de casa dos pais há sempre escolhas a fazer. Eu não gosto de gastar dinheiro aos meus pais, principalmente, se for em vão. E então, quando disse que queria ir para fora estudar comprometi-me a fazer de tudo para que isso fosse um investimento rentável, prometi a mim mesma que faria de tudo para ter boas notas e para os fazer sentir que estavam a investir acertadamente no meu futuro. Uma das escolhas que fiz foi, sem dúvida, em termos da casa. Quando andei à procura de casa tinha em mente algo barato, aconchegado mas simples que, não fosse uma fortuna ao final do mês para os meus pais. Tive muita sorte. A primeira casa que vi, tinha as despesas incluídas e era perto da escola, maravilhoso. Mas como sempre, há um problema. Os quartos mais baratos dessa casa não tinham janela e, o que tinha janela era partilhado. Decidi ir ver a casa e, quando entrei pela pronta senti que seria o meu ninho nos próximos anos. Estranho não é?! Optei por um dos quartos individuais sem janela. Foi uma escolha minha. No entanto, acho que escolhi bem, não me faz qualquer diferença não ter janela porque depois, tenho uma varada gigante com vista para o rio na cozinha e toda a casa é espectacular. Não me sinto, de todo, mal com esta escolha, pelo contrário. Quero ficar aqui os próximos dois anos e, neste mesmo quarto. O meu quarto. Sinto que cumpri os meus objectivos pois, se tivesse ido para outra casa só porque este quarto não tinha janela secalhar os meus pais ao final do mês estavam de bolsos vazios. E assim, estamos todos bens. Eu sem luz enfiada num cubiculo mas muito muito feliz e aconchegadinha.

16
Jun16

Pós-Frequência #2

Marta Claro

Nada melhor que um jantar com as amigas, em casa, com boa comida, boa bebida, boas conversas, para espairecer das frequências. Ontem foi este o método que usamos para descontrair e resultou! Jantámos e depois passamos a noite na conversa, às vezes também é preciso. O cérebro precisa.

 

15
Jun16

Amor na Universidade

Marta Claro

A entrada na universidade trás sempre mudanças nas nossas vidas. Há quem conheça a sua cara metade na universidade mas também há quem já a traga consigo. É sempre dificil manter um namoro à distância principalmente quando se vem para a universidade. Mas há casos e casos. Há quem se aguente e apesar da distância continue tudo igual. Falo destes porque é o meu caso. Posso dizer-vos que o facto de estarmos longe secalhar até fortalece mais as coisas e, sentir saudades é maravilhoso. Chegar o fim de semana e saber que tenho alguém ansioso com o meu regresso. É claro que às vezes há discussões mas acaba sempre por passar. Acredito que quando as coisas são sólidas não é a universidade que destrói. A universidade só destrói se tu deixares.

14
Jun16

O senhor presidente

Marta Claro

Hoje tive a honra de poder conhecer o senhor presidente da república, Marcelo Rebelo de Sousa. As minhas expectativas eram altas mas, posso dizer-vos que ele as conseguiu superar. Foi numa visita à cidade onde estudo, Abrantes. O presidente deslocou-se até cá para comemorar no dia de hoje os 100 anos da cidade. Foi uma tarde memorável. Posso dizer-vos que é a pessoa mais amorosa da política do nosso país. Simpático, bem disposto e carinhoso com as pessoas. Sempre disponível para mais um abraço ou um beijinho. Notasse na postura dele que está ali de coração aberto para todos nós. É o chefe da nossa nação mas, acho que o tratamos como se fosse nosso amigo, não descorando claro, nem esquecendo as suas responsabilidades e o respeito que merece. Foi um prazer gigante para mim conhecê-lo. Hoje Abrantes ficou mais rico e eu também. Volte sempre presidente!

IMG_4982.JPG 

A minha cara de felicidade versus cara de bolacha e sorriso de orelha a orelha e a minha amiga Lúcia mais vermelha que nunca, obviamente entusiasmada também.

Obrigada por este momento Senhor Presidente. 

IMG_4987.JPG

 

14
Jun16

Como aturar um colega de casa #6

Marta Claro

Quando estás na tua vidinha e de repente dá-te tosse ou espirras, visto que tenho alergias, isto tem sido diário. E no momento imediato a esse, a tua querida colega de casa que está a encher-se de cereais ao lado diz-te: Tens tosse à muito tempo, devias ir ao médico. Sentimentos amorosos logo pela manhã. Às vezes, as pessoas com quem menos nos ligamos são as que mais se importam conosco ou então, acordou só simpática hoje ou, também pode ser porque é a sua última semana nesta casa. Podem ser muitas coisas mas hoje, foi querida!

13
Jun16

A precisar de ir às compras!

Marta Claro

Acho que este é um problema que afecta a maior parte das mulheres deste mundo - precisar de ir às compras. E as universitárias não são diferentes, apesar de termos sempre o dinheiro contado fazemos sempre uma poupança secreta para as compras! Nós precisamos sempre de alguma coisa. Cansamo-nos facilimente de andar sempre com a mesma roupa e queremos sempre mais e melhor! Eu ando com os biquinis na cabela desde que o sol apareceu e o calor se fez sentir. Quando tenho tempo lá ando eu a vaguear pelos sites à procura de pecinhas bonitas que sejam as derradeiras escolhidas nesse dia tão esperado em que irei às compras.

Hoje deixo-vos esta sugestão que, a mim me agrada muuuuito!

Sem Título.png

Oysho

13
Jun16

Pensamentos de uma Universitária #1

Marta Claro

Sempre senti que era diferente do resto do pessoal da minha idade. Nunca pensei sobre isso. Não considerava esse pensamento nem bom nem mau. Cada um é o que tem que ser. Cada um faz o que gosta e nem todos podemos gostar do mesmo porque senão o Mundo não ''girava''. Com o passar dos anos começo a perceber que realmente tenho algumas ideias diferentes do comum. Ás vezes acho que é bom, que hoje em dia só as pessoas diferentes se destacam nesta sociedade. Por outras acho que é mau, que aqueles que são diferentes são sempre olhados de lado e deixados para trás. Mas às vezes a culpa não está em ser diferente dos outros, está em quem é igual a tantos outros.